Você sabia? Final do Paulistão terá bola sustentável que é produzida com garrafas pet

Foto: Guilherme Veiga/Ag Paulistão

Chegou a hora de conhecermos o campeão paulista de 2024. Palmeiras e Santos se enfrentam neste domingo (7), às 18h, no Allianz Parque E o confronto, que vai mexer com a paixão de milhões de torcedores, também tem compromisso com a sustentabilidade.

A bola que vai rolar no gramado sintético da casa palmeirense é a S11 Ecoknit, da Penalty, produzida a partir de garrafas pet. Para cada unidade da bola fabricada, 4,5 garrafas pet são reaproveitadas. Só na edição 2024 do Campeonato Paulista, 1.304 unidades foram utilizadas nas partidas do estadual, o que significa que 5.868 garrafas foram retiradas do meio-ambiente.

O artigo esportivo tem 62% de sua composição oriunda de materiais sustentáveis, incluindo insumos provenientes da cana-de-açúcar. Caso comece a chover, a bola conta com a tecnologia Termotec, que garante 0% de absorção de água, para permitir ao jogador mostrar suas habilidades até mesmo em condições climáticas desfavoráveis.

O produto possui ainda a certificação máxima da Fifa, denominada “Quality Pro”, que é obtida após inúmeros testes e que a torna apta para ser usada em qualquer competição profissional ao redor do mundo.

Desde 2018, com a linha Ecoknit, a Penalty já reaproveitou mais de 2 milhões de garrafas pet. Atualmente, a coleção conta com mais de 10 produtos, englobando, além das bolas, meiões e chuteiras de futebol de campo, society e futebol de salão. Com uma garrafa e meia, por exemplo, é possível produzir um metro de tecido, que viram cinco meiões. Já para fabricar um par de chuteiras, é necessário apenas uma garrafa.

Por fim, leia mais O Mariliense

Veja também...

Rolar para cima