Polícia Civil de Garça Prende Homem por Maus-Tratos a Animais Resgatados em Rodovias

Uma ação da Polícia Civil de Garça, na manhã desta terça-feira (11), resultou na prisão de um homem acusado de crimes contra os animais, após denúncia da ONG Spaddes. No local, cerca de 80 animais, resgatados de rodovias da região através de um contrato com uma concessionária, estavam sendo mantidos em condições precárias. O responsável legal pelo espaço é o irmão do suspeito, um veterinário que não foi encontrado no momento da fiscalização.

Sob a coordenação do delegado Adriano Marreiro e com a presença de representantes da entidade de proteção animal, a polícia realizou uma busca no galpão, constatando maus-tratos em diversos cães. “Estavam sem acesso a água, alguns acorrentados, sob o sol e em condições precárias. Muitos deles estavam feridos ou doentes, sem qualquer assistência ou cuidado com a saúde”, destacou o delegado.

O homem presente no local foi autuado em flagrante e afirmou que o galpão é utilizado por uma empresa sob a responsabilidade de seu irmão veterinário. A empresa, que possui contrato com a concessionária que administra trechos rodoviários na região, é responsável pela remoção dos animais das estradas para evitar riscos aos animais e usuários das vias.

O suspeito, cujo nome não foi divulgado, aguarda audiência de custódia. A polícia segue investigando o irmão, que ainda não foi localizado.

Em resposta à denúncia, a concessionária Entrevias expressou surpresa e afirmou que realiza fiscalizações semanais para garantir o bem-estar dos animais no abrigo. Segundo a empresa, os animais recebem alimentação, água, atendimento veterinário e a limpeza do espaço é realizada diariamente. A Entrevias garantiu reforçar a atenção e os cuidados após a ocorrência.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Veja também...

Rolar para cima